sexta-feira, 24 de junho de 2011

No fim da festa alguém chorou 2

Opa! Estou de volta... inspiradíssimo! Tirei a tala que me imobilizava, pois estava com tendinite. Então como não podia digitar... gravei um vídeo, vamos ver se tenho banca para postá-lo aqui, rss!
Sabem eu gostaria de sempre escrever histórias que tivessem um final feliz, mas na vida real não é sempre assim... então, vou ser sincero: Gosto de drama! E aqui não é novela onde os finais são sempre previsíveis. Vejo poesia no sofrimento, na angústia, na solidão! Ah, quem não sofre ou já sofreu? É parte do processo...
Mas isso pode ser opcional, estou descobrindo esse fato... lógico que é tudo um pouco relativo.

No último domingo banquei uma "aposta" e ganhei. Explico: o sr. "acaso" me proporcionou um encontro. Então, ele me disse: "Quero ver..." Fiz o de sempre... Nada! Então, ele (sr. Acaso), ficava rindo da minha cara. Por que eu estava esperando uma atitude que não fosse a minha... Então, deixei de ser educado e fui à luta!! Descobri que o sentimento era mútuo!! Mas e o resto, o depois?! Nem quis saber... Só quis aproveitar o momento, pois, a segunda seria outro dia...

Um comentário:

Shirlei disse...

Adorei,rsrs! Arrisque-se e depois...depois nem existe é só projeção.