quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Polêmica...


To de volta! Tirando o mofo porque nessa cidade chove todo dia!!!
Ah! Comecei o livro Cidade do sol... parece ser muito bom!
E o meu celular foi para a assistência técnica pela segunda vez! Desta vez fiquei tranqüilo... Nem se compara a primeira vez que fiquei meio desesperado. Acho que fiquei numa boa porque fiquei pensando em uma coisa que um colega do serviço me disse: "Será que você consegue viver sem isso?"
Tirei de letra... Mas resolvi ligar pra assistência após uma semana. A voz feminina: "São 30 dias(!!!). Vamos trocar o display..." Desliguei. Tranquiloooo... Mas não dá pra ficar um mês sem celular... argh!
Não reclamei porque num dos meu acessos de fúria, joguei o aparelho! Ta, não foi looonge nem contra a parede mas joguei. Que o pessoal da assistência não leia isso, rs!
E os comentários estão chegando!!! Viva! Vocês não têm noção de como é bom... Podem criticar, discordar, etc. Falando nisso Juliana, a Ju (da ECT) "disse" que eu escrevo coisas bonitas... Hum! Como eu não vim aqui pra brincadeira...
Vou revirar as sarjetas e bueiros pra dar ao blog um pouco de podridão!!! rsrs...
Brincadeira...



E o Fidel?! Renunciou!!! Botava uma fé nele... Mas o negócio em Cuba é fogo! Material de higiene é luxo. Imagina?
Palmas para o Bom Pastor de Robert de Niro!!! Eu já havia assistido mas faltou o final. Enfim terminei. Tem Matt Damon (de novo ele) no papel de um agente da CIA. Matt nasceu pra fazer filmes nesse estilo. Angelina Jolie é o colírio da obra e tem o próprio De Niro na trama. Filme de espionagem. Filmão!
Agora na tv... Nada! Estou assistindo menos televisão. Você fica "sapeando" e... Difícil, viu?
Então pra você que pensa que só falo de flores...

Ser ou não ser!

Esse texto traz um assunto polêmico... A questão de tirar a vida com as próprias mãos... O suicídio!
A revista Época da semana passada abordou o assunto do modo virtual... Acreditem tem gente que se suicida "on line". Ou seja, há sites especializados em suicídio! Ensinando técnicas e tudo mais. Fico imaginando que tipo de pessoa pode incentivar um adolescente a se matar... É o que acontece nesses sites. Protegidos pelo anonimato e covardia essas pessoas existe. Na rede o caráter de impessoalidade é o que da margem para isso.
Mas vamos trazer isso pro lado real. Você já pensou em...?
Confesso que já pensei essas bobagens na adolescência... Acho que é uma fase de muitos questionamentos e você quer as respostas imediatamente!
Hoje não! Não que eu tenha todas as respostas mas as que possuo me deram toda uma base de sustentação pra saber que não vim aqui por um simples acaso ou encontro de células! rs...
Porém será que é certo se matar?
Tenho duas histórias comuns de pessoas mais ou menos próximas. Por razões óbvias omitirei nomes e tudo mais.
Em ambos os casos os atos não se consumaram. Houve a falha. Isso que me deixa um pouco... intrigado. A pessoa quer dar um fim em sua própria vida e fracassa...
É como se fosse um fracasso duplo, ao quadrado, entende?
Em uma das situações o motivo aparente foi AMOR não sei em que estado ou situação mas percebi que foi o tal do abandono, o pé na bunda! Será que ficamos tão dependentes de alguém a ponto de...?
Na segunda situação não consegui perceber o motivo... E fiquei com minhas muitas hipóteses. Sem especular é claro. Até onde pode ir nossa curiosidade? Até algo que chamamos de discrição e bom senso.
A verdade é que se eu fosse cético talvez acharia que cada um pode fazer o que bem entende de sua vida, porém sem o incentivo alheio, ninguém deveria encorajar esse tipo de idéia. Como creio em determinadas forças, sou contra o suicídio.
Diante de inúmero fracassos deve haver uma saída, é preciso ir á luta, raciocinar, refletir. E quando todas as fichas acabarem, pedir ajuda é preciso! Se for para gritar, chorar, humilhar-se até... Que seja feito.
Ao mesmo tempo que é um ato de coragem o suicídio é uma covardia. Para consigo para com as pessoas que se convivem.
Vale lembrar que nossas ações para com o próximo devem ser analisadas... É muito fácil gostar de quem gosta da gente... Quero ver você tentar gostar daquele que não lhe atrai. Às vezes o que as pessoas precisam é atenção, carinho, diálogo... Muito pouco para o nosso mundo moderno... Esqueça as críticas e tente ser mais compreensivo.
E quando tudo parecer estar perdido... Não se perca! Você não esta só... creia nisso.

Um comentário:

Thiago disse...

O que dizer, este post abrange um fato que não é isolado de forma clara, objetiva e inteligênte...
Embora seja um fato que traz motivos e ações complexas, creio que lendo esse post podemos entender que nos entregarmos não vale a pena.

Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar
a vida com paixão, perder
com classe e vencer com ousadia,
pois o triunfo pertence a quem se atreve...
A vida é muita para ser
insignificante.

Charles Chaplin